Seja bem vindo

Ola, esse blog reune algumas de minhas ideias, pensamentos e devaneios, porem apresenta tambem um resumo daquilo que leio e acho interessante na área do Coaching, Motivação e estilo de vida, da Geologia, Geografia, Biologia, Petróleo & Gás e Meio Ambiente.

Gostaria de saber sua opinião sobre as postagens, portanto ficaria feliz em receber seus comentarios.
Entre e fique a vontade!!


sexta-feira, 14 de agosto de 2015

MEU NICHO DE NEGÓCIO DENTRO DO COACHING - Professor Elias Santos Junior - Geólogo & Coach



Self-Empowerment Coach
Professor Elias Santos Junior - Geólogo & Coach

O nicho de coaching em que estou atuando tenho denominado de Self-Empowerment Coach, no meu conceito trata-se de uma técnica de Coach para Empoderamento Pessoal a qual tenho apresentado em forma de palestras motivacionais, reuniões de coach-group, como também nas seções de coaching (Peer Coaching) realizadas durante o processo de elaboração deste trabalho de conclusão de curso, assim como nas sessões de coaching formais e informais com meus coachees.


Atuo desde 2001 como professor de nível superior em cursos de graduação e pós-gradução e algo que vinha me chamando atenção nos últimos anos é o crescente descomprometimento dos acadêmicos com suas atividades e principalmente com o baixo índice de aproveitamento dessa massa no mercado de trabalho.


Tal fato me instigou a estudar o mercado de trabalho da área da Geologia, Biologia, Petróleo e Gás mais a fundo buscando entender o motivo do abismo entre a Universidade/Empregador, assim como desenvolver novas ferramentas para tentar diminuir esse gap. A partir do maior conhecimento do mercado tornei-me palestrante nas áreas em que atuo tendo participado da organização e apresentação de vários eventos na cidade de Manaus e em Congressos e Simpósios Nacionais.


Contudo, em 2013 insatisfeito com os rumos que esse trabalho estava tomando, assim como, com os resultados que os acadêmicos estavam obtendo passei a buscar o aprendizado de novas técnicas e metodologias, ocasião em que conheci o Coaching.


A partir desse momento passei a fazer a mescla nas palestras e aulas do conteúdo da disciplina com a apresentação de vídeos e telas motivacionais visando buscar melhores resultados juntos aos acadêmicos apáticos e desinteressados, chegando a tal ponto que em determinados momentos o conteúdo da disciplina acabava sendo negligenciado em função de tantas aulas motivacionais.


Ao participar do curso de Professional & Self Coach acabei conhecendo ferramentas que passaram a ser utilizadas nas palestras e aulas atingindo resultados melhores que antes do curso, porem ainda assim existe um freqüente “medo” que permeia a vida dos acadêmicos alem de um descrédito com o futuro.


Com base nisso busquei um nicho de mercado em coaching que pudesse ser aplicado em casos semelhantes, primeiramente denominamos de empowerment coach (coach de empoderamento), porem ao realizar as pesquisas visando conceituar esse segmento percebi que o mesmo é utilizado comumente em empresas onde os lideres são centralizadores e passam pelo processo para conseguir descentralizar as decisões, no meu entendimento não é o mesmo enquadramento de mercado, o que me fez acrescentar a palavra SELF ao termo.


O Self-empowerment Coach é um processo que visa o fortalecimento da autoestima do individuo possibilitando-o enfrentar os mais diversos desafios.


Berni[1] cita que “Em termos ocidentais, talvez uma das formas mais eficazes de se trabalhar o Coaching seja pelo empowerment. Este conceito surgiu nos anos 1980 e ainda é muito mal compreendido nas organizações. Empoderar – talvez seja a melhor tradução para o termo – significando conceder ou atribuir poder ao outro. Neste sentido, qualquer tipo de coaching, seja ele, pessoal, esportivo, organizacional pode levar ao empoderamento de modo que o coachee consiga acessar seus potenciais, seu poder pessoal e atualizá-lo. É neste sentido que trabalha a liderança servidora de James Hunter. Trata-se, pois de uma perspectiva que aponta antes de tudo para o self-empowerment, ou autoempoderamento, visto que a distinção vida pessoal x vida profissional é uma ilusão. Quanto mais as pessoas seguirem a máxima que estava escrita no templo de Apolo, em Delfos na Grécia – “Conhece-te a ti mesmo”, mais felizes e poderosas serão.”


Nesse mesmo artigo Berni conceitua Self-Empowerment como sendo “uma metodologia de Personal Coaching basicamente realizada pela Internet. Uma proposta pautada pela Abordagem Centrada na Pessoa e pela Psicologia Transpessoal. Um processo em três etapas onde (a) realiza-se um levantamento biográfico para acessar as potencialidades; (b) os potenciais passíveis de atualização e os bloqueios são descortinados por meio do Jogo da Transformação; e (c) realiza-se um plano de ação calcado em dados da realidade.”


Com base nisso decidi atuar nesse segmento no qual tenho atuado com Consultores, Corretores de Imoveis, Atletas, Professores, alem de estar realizando palestras com temas ligados ao coaching, tais como: Coaching Education, Coaching aplicado ao meio ambiente, Coaching e carreira, entre outras.


Então, se você tiver interesse em conversar mais sobre esse tema, entre em contato deixando um comentário ou enviando um email para ejunior13@hotmail.com.

Finalizo te fazendo uma pergunta:


"Quando foi a ultima vez que você fez algo pela primeira vez?"

Saudações!!

Prof. Elias Santos Junior
Geólogo & Self-empowerment Coach



[1] Luiz Eduardo V Berni é Doutor em Psicologia pela USP e criador do Self-Empowerment. Autor do artigo “DESCORTINANDO O COACHING PELO SELF-EMPOWERMENT”. Disponivel em:  http://www.boog.com.br/artigos/descortinando-o-coaching-pelo-self-empowerment. Acesso em 14/06/2015.

Análise de Comportamento – Teste de Perfil Comportamental IBC



Se você fosse um animal, qual você seria?

E se dentro dessa fauna tivéssemos um Lobo, uma Águia, um Gato e um Tubarão, qual deles você seria?

De acordo com o Instituto Brasileiro de Coaching “Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar”, refletiu o poeta Carlos Drummond de Andrade. E não por acaso cada um de nós tem seu modo de formar seus valores, comportamentos e de enxergar a vida.

Ao longo de nossa vida desenvolvemos nossas percepções das pessoas e do mundo ao nosso redor, influenciados por nossos pais, família, amigos, religião, grupos sociais, como também pela negação ou aceitação dos valores da sociedade onde estamos inseridos.

Em minhas aulas e palestras costumo aplicar essa interessante ferramenta para determinação do perfil comportamental dos participantes, é importante salientar que o teste reflete uma situação ocasional e que o perfil pode mudar com o passar do tempo, desde que você passe a mudar a forma como encara as coisas.

Vamos tentar?


Se importaria de compartilhar seu resultado? Se preferir pode me enviar por email (ejunior13@hotmail.com).
Professor Elias Santos Junior (Geólogo & Self-empowerment Coach)