terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

DISSERTAÇÃO: GEOTECNOLOGIAS E A PROBLEMÁTICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS EM TEFÉ, AM - Autor: ALEXANDRE DONATO DA SILVA


Professor Alexandre Donato - É Mestre em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia (UFAM, 2009). Especialista em Geografia da Amazônia Brasileira (UFAM, 2007). Licenciado em Geografia pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA, 2005). Professor de Ensino Superior na UNINORTE/Laureate International Universities. Atua nas área da Geografia e Geotecnologias.


Resumo:


A problemática dos resíduos sólidos é uma questão globalizada, assim como é a urbanização da humanidade. Apesar da relação entre o Produto Interno Bruto (PIB) e a geração de resíduos per capita, o problema atinge a todas as cidades, das mais ricas às mais pobres.

As cidades amazônicas não são, portanto, isentas do problema e, proporcionalmente, também apresentam números significativos na geração de resíduos sólidos.

A limitada infraestrutura de diversos municípios amazônicos, no entanto, impõe dificuldades para realizar os serviços de gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos, além do cumprimento da legislação ambiental. O objetivo do presente estudo foi analisar, sob a ótica da legislação ambiental e considerando as particularidades fisiográficas da região amazônica, as alternativas locacionais para a disposição dos resíduos sólidos urbanos no município de Tefé, AM.

Além disso, caracterizar as condições de coleta e disposição dos resíduos sólidos no município e mapear as áreas potenciais para a instalação de um aterro sanitário municipal. Como suporte à decisão foi utilizada a análise multicritério com base em Sistemas de Informações Geográficas, por meio da superposição ponderada (Weighted Overlay - ArcGIS).

Constatou-se que mesmo existindo alternativas locacionais para a instalação de aterro sanitário em Tefé, é necessário que a Resolução nº 04/95 – CONAMA seja adaptada para a realidade de infraestrutura do município no que tange à categoria do seu aeroporto e a Área de Segurança Aeroportuária. A exigência de escoar os resíduos sólidos urbanos além de 20 km a partir do centro geométrico do aeroporto exige a construção de estrada pavimentada de mais de 7 km de extensão, o que significaria impacto econômico e ambiental ao município pela necessidade de desmatar significativa área de floresta.

Os resultados apontaram, ainda, para uma realidade que não é exclusiva de Tefé, mas de todos os municípios localizados nas calhas dos rios que, em quase todos os casos, apresentam as mesmas características fisiográficas e possibilidades logísticas impostas pelo ambiente amazônico.

Palavras-chaves: Amazônia, lixo, suporte à decisão, geoprocessamento

_________
Essa é mais uma dissertação produzida tendo como área de estudos a Amazônia, recomendo a leitura!

Saudações Geológicas!
Prof. Elias Santos Junior
Manaus, Amazônia, Brasil

5 comentários:

Reginara Praseres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Reginara Praseres disse...

Essa dissertação me auxiliará no desenvolvimento do projeto sobre descarte de resíduos sólidos!

Carlos Faria disse...

Baixei a tese, até por que há quase duas decadas trabalhei na definição de critérios para a localização de aterros sanitários tendo em conta os riscos e a proteção hidrogeológica em arquipélagos como os Açores... agora e já pouco relacionado com geologia, ando a apreciar processos de tratamento de resíduos por incineração nestas ilhas...

Professor Elias Santos Junior disse...

Obrigado amigos, fiquem à vontade para baixar e usar o material, o Prof Donato deu o aval.

E como estão as coisa do outro lado do Atlântico amigo Geocrusoé?

Professor Elias Santos Junior disse...

Obrigado amigos, fiquem à vontade para baixar e usar o material, o Prof Donato deu o aval.

E como estão as coisa do outro lado do Atlântico amigo Geocrusoé?

WORKSHOP DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL EM MANAUS - Prof. Elias Santos Junior

Em tempos de crise como a que estamos vivenciando nos últimos anos fica extremamente evidente que é necessário se reinventar, adquirir...