quarta-feira, 12 de outubro de 2011

REFLEXÃO: Meus dias de criança em Manaus

 
Quando criança nós brincavamos de queimada, taco ball, esconde-esconde, barra-bandeira, manja, poucos tinham bicicleta, patins só os ricos, só ia pra casa quando escurecia. Minha mae nao me ligava no celular, nos ja sabiamos a hora de entrar e se nao entrassemos rodavamos na peia. Dia de hoje os pais estavam ensinando os filhos a cobrir papagaio, fazer amassadeira com lata de leite campo verde, fazer um "vai-e-vem" com garrafa de agua sanitaria, jogar cangapé! e com todas as dificuldade eramos felizes!
Como era bom quando faltava água e tinhamos que ir pegar no igarapé, quantas vezes peguei ralho por demorar e chegar com o balde quase seco (ficavamos brincando na agua por horas e voltavamos na sacanagem, tentando derrubar a agua dos outros), hoje passo proximo à esses locais e só resta um filete de agua poluída, sempre falo pras pessoas que aquela era nossa fonte de água e diversão, nunca acreditam! 
Viviamos assim, hoje poucos igarapes em Manaus permitem isso, veja mais em http://aguabrancaonline.blogspot.com

Hoje eu vejo tanta gente sentado na frente de um PC reclamando dos seus pais, chateado por ter que ir pra escola, no nosso tempo era na escola que comiamos, e pasmem era otimo a farofa de jabá, mas confesso que eu nao gostava de um treco chamado "leite nova vida"...eu chavama de "velha-morte", nessa epoca nao era proibido subir em arvores, as professoras sabiam o nome e endereço de todo moleque...a Prof Telezila passava na frente de casa 4 vezes por dia, em todas dizia pra minha mãe: Põe o Elias pda estudar!
Hoje se o moleque nao ganha o presente que deseja se tranca no quarto por 3 dias....na nossa epoca as casas eram de um cômodo! Não se reclamava da comida, geralmente nao se tinha opção.
Meu filho Kauã tem dois anos e meio, entra em uma loja e diz: ta baratinho! quando perguntam se ele tem dinheiro ele diz: não, mas papai tem.   Ganha no minimo 5 brinquedos diferentes em cada data comemorativa (dos avos paternos, maternos, tios, padrinhos) será que precisa tanto? eu tenho vontade de pegar esses brinquedos e doar na rua, e espero que ele aprenda logo o sentido da solidaridade, vejo pessoas que nao admitem que um irmão use a roupa do outro, na nossa familia tinhamos poucas roupas, entao tinhamos que dividir.
Lembro que meus padrinhos estudaram no centro. mamae conta que um estudava de manha e outro a tarde, isso porque quando um chegava dava a farda pro outro ir pra aula...será que isso ainda ocorre em alguma familia? Creio que sim!
Que nossos filhos sofram menos do que sofremos quando criança, mas que sejam tão felizes quanto fomos, e amem seus pais como amamos os nossos, e olha que apanhavamos muito mais e não tinhamos o Conselho Tutelar! Ainda bem! Obrigado Mãe.
Feliz dia das crianças!
Prof. Elias Santos Junior
Manaus - Amazônia - Brasil

Nenhum comentário:

WORKSHOP DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL EM MANAUS - Prof. Elias Santos Junior

Em tempos de crise como a que estamos vivenciando nos últimos anos fica extremamente evidente que é necessário se reinventar, adquirir...