terça-feira, 17 de maio de 2011

NOTICIA PETROLEO: HRT anuncia a chegada de 04 sondas de perfuração de poços exploratórios na Bacia do Solimões



Início da perfuração do primeiro poço exploratório da HRT de código 1-HRT-1-AM, em abril, e preparação das bases das locações para receber as outras três sondas. 

Rio de Janeiro – A HRT Participações em Petróleo S.A. – “HRT” ou “Companhia” (BM&FBovespa: HRTP3) e (TSXV: HRP), holding que engloba uma empresa independente de exploração e produção de óleo e gás natural com concessões no Brasil (onshore) e na Namíbia (off shore), anuncia os resultados referentes ao 1º trimestre de 2011 (1T11).

HRT anuncia chegada de quatro sondas de perfuração de poços exploratórios, com início da perfuração do primeiro poço da HRT (1-HRT-1-AM) na Bacia do Solimões, a aquisição da UNX Energy Corp. (“UNX“) concluída e início das operações da HRT America Inc. (“HRT America“), sediada em Houston, Texas, Estados Unidos. Levantamentos de sísmica 3D nas Bacias de Walvis e Orange, Namíbia. Extensão da vigência do período exploratório dos blocos na Bacia de Walvis concedida.

De acordo com nota da companhia, o primeiro trimestre de 2011 pode ser caracterizado como um período de marcantes realizações para a HRT. Entre as mais importantes destacam-se: .Chegada de quatro sondas helitransportáveis, contratadas pela HRT O&G junto à Queiroz Galvão e Tuscany, para a perfuração de poços exploratórios na Bacia do Solimões |. Início da perfuração do primeiro poço exploratório da HRT de código 1-HRT-1-AM, em abril, e preparação das bases das locações para receber as outras três sondas|. 
Consolidação do levantamento sísmico 2D de 2.000 km, já em andamento, nas áreas dos blocos SOL-168, 169, 191 e 192, na Bacia do Solimões |. Realização de processo de tomada de preços para a contratação de mais duas equipes sísmicas para a aquisição de 4.000 km de sísmica 2D nos blocos mais a sul e leste da área em concessão na Bacia do Solimões. Assim, o total de levantamentos sísmicos realizados pela HRT atingirá 6.000 km, podendo ser considerado um dos maiores já realizados no mesmo ano, em bacias onshore no Brasil |.Consolidação com operação integrada de aviões e helicópteros da empresa da HRT O&G de logística aérea, envolvendo treze aeronaves e o transporte de mais de 3.000 passageiros no período. A frota da HRT O&G está composta de dois aviões Brasília e dez helicópteros, sendo seis Sikorsky S61, e quatro Bell 212. Com esta decisão da empresa, considerada um serviço crítico para a consecução dos objetivos da HRT na Bacia do Solimões, espera-se uma redução de custos operacionais que poderá chegar a R$ 100 milhões no período de dois anos |.Implantação e operação plena do escritório em Manaus e de duas bases de campo em Tefé e Carauari, para condução das atividades na Bacia do Solimões |.Aquisição da UNX, empresa canadense listada na TSX Venture Exchange (“TSXV“), através da troca de ações e, desta forma, introduzindo um aumento da área em concessão, de 27 mil km2 para 63 mil km2, na costa da Namíbia.

Somando-se esta área aos 48,5 mil km2 relativos à concessão dos blocos localizados na Bacia do Solimões, a Companhia passará a deter direitos exploratórios numa área total de 111,3 mil km2. Além disso, os recursos prospectivos e contingentes certificados aumentaram para 6.592mboe em ambas as bacias. |.Início das operações da HRT America em Houston, sob o comando do geólogo Wagner Peres, e HRT Africa, em Windhoek, sob o comando do engenheiro Nelson Narciso . Início de um dos maiores levantamentos sísmicos 3D já realizados por uma única companhia no off shore da costa oeste da África, totalizando 9.100 km2 e cobrindo blocos da empresa nas sub-bacias de Walvis e Orange, na Namíbia |. Contratação de empresa para identificar uma sonda de perfuração off shore, Classe C, que deverá ser contratada para a perfuração de quatro poços nas Sub-Bacias de Walvis e Orange, em 2012 |. Comunicado à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (“ANP”) o ingresso no Segundo Período Exploratório em 19 blocos da Bacia do Solimões, enquanto a Agência Reguladora informou a qualificação da HRT O&G como “Operadora B” e aprovou a cessão, da Petra Energia à HRT O&G, de 4% dos direitos de exploração dos 21 blocos na Bacia do Solimões. Assim, a Companhia passou a deter 55% dos direitos exploratórios destes blocos sob concessão, numa área total de 48,5 mil km2 e recursos de 972mboe.

Perfil-O Grupo HRT é composto por uma das maiores empresas independentes de exploração e produção de óleo e gás natural do Brasil. A HRT Participações possui oito principais subsidiárias: a IPEX (Integrated Petroleum Expertise Company Serviços em Petróleo Ltda.), a HRT O&G Exploração e Produção de Petróleo Ltda., a HRT Netherlands B.V., a HRT África Petróleo S.A., a HRT América Inc., a BN47 Serviços Aéreos Ltda., a Ranger Participações Ltda. e a UNX Energy Corp. A Companhia detém 55% de participação em 21 blocos exploratórios localizados na Bacia do Solimões. A HRT também é operadora de dez blocos exploratórios na costa da Namíbia, com participação em dois deles, na Sub-Bacia de Walvis, e nos oito restantes, na Sub-Bacia de Orange. A HRT possui uma equipe composta por doutores e mestres em geologia, geoquímica, geofísica, biologia e engenharia, sendo a maioria deles ex-funcionários da Petrobras e da ANP.

A HRT está comprometida em minimizar os possíveis impactos ambientais nos locais onde atua. O compromisso com as comunidades locais passa pela redução dos impactos das operações nas condições de saúde, segurança e qualidade de vida. [ www.hrt.com.br/ri]. 


PROFESSOR ELIAS SANTOS JUNIOR
Manaus - Amazônia - Brasil

Um comentário:

Johnson disse...

Oh glória, boas notícias!

WORKSHOP DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL EM MANAUS - Prof. Elias Santos Junior

Em tempos de crise como a que estamos vivenciando nos últimos anos fica extremamente evidente que é necessário se reinventar, adquirir...